Carro Compartilhável do Senai-SP vence Desafio por Equipes da Olimpíada do Conhecimento

A A A

Resultado na categoria foi determinante para colocar o Senai de São Paulo no primeiro lugar do ranking da competição

13/11/2016

Em Brasília, Alex de Souza, Agência Indusnet Fiesp

O E.cub, carro compartilhável desenvolvido por alunos do Senai-SP, é o grande campeão da categoria Desafio por Equipes da Olimpíada do Conhecimento, encerrada neste domingo (13/11) em Brasília. Participaram do projeto os alunos Danilo Moessa Rodrigues, Gabriel Marques dos Santos, Guilherme Alborghetti, Guilherme Augusto de Oliveira, Marcos Iung Thomaz de Jesus Junior, Mateus Luis França Dezidério, Otávio Jordão de Souza Barbosa, Vinicius Silva Marques, da Escola Senai de Lençóis Paulista e da Escola Senai João Martins Coube, de Bauru.
“Mais do que vencer, saímos daqui mais unidos. Esse projeto teve a participação de vários profissionais do Senai-SP e permitiu que esses alunos colocassem o seu melhor para o bem de todos”, afirmou o chefe de equipe da entidade, Ademir Redondo, diretor da Escola Senai João Martins Coube, de Bauru. A vitória na categoria foi fundamental para garantir ao Departamento Regional de São Paulo o primeiro lugar no ranking geral da maior competição de educação profissional das Américas.
Segundo o instrutor Gustavo Pompolini, da Escola Senai de Lençóis Paulista, o resultado é o reconhecimento do trabalho sério e do esforço dos alunos competidores. “Depois de alguns meses de preparação, com muitas horas dedicadas ao projeto, é recompensador ver esses meninos com a medalha no peito. Eles merecem o primeiro lugar, por tudo o que fizeram antes e durante a Olimpíada”, diz o técnico do grupo.
O caminho do ouro

No último dia de competição, o período da manhã foi reservado para testes e avaliações do júri técnico na modalidade Desafio por Equipes. Mas para que tudo estivesse pronto, os competidores trabalharam até a noite de sábado, realizando pequenos ajustes nos veículos. “Tivemos um probleminha eletrônico, mas com o carro todo montado e a parte mecânica funcionando bem, preferimos não alterar o que já estava concluído”, explica o prof. Pompolini. 
Para conseguir a melhor pontuação geral da prova, o veículo deve atender uma série de requisitos pré-estabelecidos. Seguindo à risca o descritivo, o carro do Senai-SP foi projetado para se locomover com energia elétrica, que pode ser armazenada em bateria ou na placa de energia solar instalada no teto. Por se tratar de um carro compartilhável, o E.cub é um compacto, que abriga somente o condutor. Para ser leve e resistente, o chassi é de alumínio, e a carroceria utiliza fibra de carbono. 

Foto: Sérgio Lima/CNI
O time do Senai-SP que venceu o Desafio por Equipes da Olimpíada do Conhecimento.


“Mais do que ter um design futurista, o E.cub é sustentável. As rodas traseiras têm dois motores elétricos de baixo consumo. Também instalamos um gerador eólico, que capta o ar nas aberturas do para-choque e fornece energia para a Central Multimídia”, detalha o instrutor Pompolini. Ele explica que os faróis e as lanternas são de LED e que a placa solar fornece energia para as baterias, localizadas na parte inferior do carro. O projeto ainda inclui o emprego de um aplicativo para celulares, que informará as estações mais próximas onde o usuário poderá liberar um veículo compartilhável. 

Foto: Adriano Machado/CNI
Em fase de montagem, o E.cub, carro compartilhável que deu ao Senai-SP o prêmio no Desafio por Equipes da Olimpíada do Conhecimento


Competições individuais

A manhã de domingo também encerrou os Desafios Individuais da Olimpíada do Conhecimento, que assim como o Desafio por Equipes, a Avaliação Prática de Estudantes e o Inova Senai, contam pontos para a classificação geral dos Departamentos Regionais do Senai. 
A delegação de São Paulo conquistou três medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. As douradas foram conquistadas por Guilherme Augusto de Oliveira, Gabriel Marques e Marcos Iung, nas modalidades de Controle Industrial, Eletrônica e Polimecânica, respectivamente. O bronze da modalidade ficou com o aluno Matheus Dezidério, que disputou a prova de Manutenção Industrial. 
E a medalha de prata do Desafio Individual foi conquistada neste domingo, na Modalidade Torno CNC, pelo aluno Guilherme Alborghetti. “Minha tarefa era fazer uma peça com dois lados, mas com medidas diferentes. Fiz meu melhor, mas não foi o suficiente para ter o ouro. Fico feliz porque o resultado de hoje é melhor do que o obtido na competição estadual”, ressalta o competidor.
Inova Senai

O Senai-SP também fez bonito nesta categoria. O projeto Muleta Simple Easy, da Escola Senai Italo Bologna, de Itu, venceu no quesito Voto Popular e conquistou o segundo lugar em Produto Inovador. O trabalho foi desenvolvido pelo instrutor Arthur Vinicius Dias e pelas alunas Juliana Boff e Bruna Mota.

Foto: Miguel Ângelo/CNI
Equipe responsável pelo também premiado projeto Muleta Simple Easy.


Durante Olimpíada do Conhecimento uma nova modalidade foi inserida. Participam da modalidade estudantes dos dez Estados mais bem avaliados em cada curso no teste online do Sistema de Avaliação da Educação Profissional (Saep). O objetivo é avaliar a qualidade da educação em cinco cursos técnicos e três de qualificação ofertados pelo Senai: técnico em segurança do trabalho, técnico em edificações, técnico em mecânica, técnico em logística, técnico em eletrotécnica, padeiro, costureiro e operador de computador. 
Ao todo, participaram da avaliação prática 180 estudantes em fase de conclusão de curso. A competição, realizada de modo individual, teve duração de seis horas. As notas obtidas na nova modalidade ajudam a compor a pontuação do Estado no ranking da Olimpíada do Conhecimento. Para ganhar medalha de ouro, é necessário que o competidor tenha desempenho superior a 75% dos pontos.
O Senai-SP também disputou a modalidade e conquistou o ouro na modalidade Técnico em Eletrotécnica, com o aluno Pedro Henrique Barboza, da Escola Senai Comendador Santoro Mirone. Em Técnico de Edificações, a prata ficou com o aluno Vitor Camilo Vera, da Escola Senai Orlando Laviero Ferraiuolo, do Tatuapé, em São Paulo. Também da Capital, Jaqueline Rocha Lima, aluna da Escola Senai Horácio Augusto da Silveira, da Barra Funda, recebeu a prata na modalidade Panificação PCD.

Festival de Robótica

Durante a Olimpíada do Conhecimento também houve o Festival Sesi de Robótica First Lego League (FLL), evento demonstrativo que reuniu 27 equipes de escolas públicas e 27 unidades do Sesi de todo o Brasil. A equipe que representou o Sesi-SP é do Centro Educacional 420, de Indaiatuba. 
Durante o Festival as equipes apresentaram os projetos da nova temporada da FLL, que tem como tema Animal Allies (Aliados Animais). Além de disputar as provas com robôs, os alunos devem apresentar projeto de pesquisa que tenha o objetivo de encontrar soluções inovadoras para melhorar a interação entre homens e animais.
Prêmio especial

O Senai-SP teve ainda mais um motivo para comemorar, ao vencer o Desafio Senai de Projetos Integradores, na categoria Eficiência Energética. Os alunos da Escola Senai Antonio Souza Noschese, de Santos, participaram com o projeto Sistema de Geração e Captação Energética em Elevadores (Sigceel). Os alunos são Vinicius de Araújo Santos, Rudney Forti Souza, Thainá Gonçalves dos Santos e Arthur Ziliani Andrade.