• Cursos
  • Escolas
  • Site
  • Aprendizagem Industrial
  • Cursos Livres
  • Cursos Tecnicos
  • Faculdade
  • Pós-Graduação
  • Capital
  • Grande São Paulo
  • Interior

Curso de indústria 4.0 do Senai-SP tem mais de 25.000 inscritos

A A A

Iniciativa partiu de pesquisa que mostra grau de conhecimento das empresas sobre o tema

02/07/2018

Agência Indusnet Fiesp

O desenvolvimento da Indústria 4.0 é elemento central das estratégias de empresas e da política industrial das principais potências do mundo, e o Brasil não pode ficar fora desse movimento.

Consciente disso, o Senai-SP desenvolveu o curso “Desvendando a indústria 4.0 online”, que já conta quase 25.000 inscritos. A ideia do programa surgiu a partir da sondagem sobre a Indústria 4.0, realizada pela Fiesp em parceria com o Senai-SP.

A pesquisa identificou como as empresas estão lidando com a perspectiva de chegada da quarta revolução industrial. A amostra foi de 227 empresas, sendo 55 % pequenas, 30% médias e 15% grandes.

Como a discussão sobre a quarta revolução é recente no Brasil e sua implementação foi prejudicada pela crise econômica, uma das preocupações foi identificar em qual degrau as empresas se encontravam, o que acabou sendo um divisor de águas, pois havia desde empresas que nunca ouviram falar até aquelas que já implementavam projetos. Para a Fiesp e o Senai-SP, estes dois grupos são igualmente importantes porque permitem adaptar as ações de acordo com a fase em que cada um se encontra.

Nessa linha, uma das primeiras perguntas se destinou a identificar se a empresa também já cumpria um pré-requisito requisito importante para a Indústria 4.0, que é utilizar o lean manufacturing, ou sistema de produção enxuta. Resultado :41% utilizavam. Em seguida, responderam à pergunta responsável pela divisão da amostra: você já ouviu falar em quarta revolução industrial, Indústria 4.0 ou Manufatura Avançada? 68% disseram sim, e 32 % nunca ouviram falar. Para o grupo que nunca ouviu falar, a pesquisa logo se encerrava, mas, para as demais, ela continuava. Por isto, os resultados do estudo limitam -se ao grupo de 68 % que responderam “sim, “sim, já ouvi falar”, o que corresponde a 154 empresas.

Uma das conclusões da Sondagem é que os trabalhos de capacitação por Fiesp, Senai -SP,Sebrae e agências de fomento serão primordiais para melhorar o senso de urgência das empresas com relação à Indústria 4.0, e principalmente no enfrentamento dos desafios relacionados aos recursos financeiros (estudos de viabilidade, captação e gerenciamento) e à boa execução de estratégia para a Indústria 4.0,que foram avaliados como os principais desafios.