“Nada é mais importante que o capital humano’, diz Ricardo Terra em congresso internacional

A A A

Representando a presidência da Fiesp, diretor regional em exercício do Senai-SP destaca ações das entidades para promover o avanço das empresas rumo à Indústria 4.0

01/08/2018

Agência Indusnet Fiesp

Na manhã desta quarta-feira (1º de agosto), o diretor regional em exercício do Senai-SP, Ricardo Terra, participou da abertura da 9ª edição do Lubgrax, congresso internacional que reuniu empresários da indústria de óleos de base, lubrificantes, fluidos e graxas para debater sobre as principais tendências do mercado no Brasil e no mundo.

Terra destacou as ações da Fiesp e do Senai-SP para ajudar as empresas a implementar a Indústria 4.0, também conhecida como Manufatura Avançada, e preparar os profissionais para essa nova realidade. “A Fiesp tem dado enorme importância ao tema e vem promovendo uma série de ações, desde a elaboração de pesquisas sobre o assunto até a organização de workshops e seminários.”

Ele também enfatizou a atuação do Senai-SP na preparação da mão de obra para a indústria. “Estamos trabalhando fortemente a capacitação e especialização dos profissionais, pois nada é mais importante que investimento no capital humano. Com isso, pensamos cursos que preparam os colaboradores para lidar com as mudanças tecnológicas. Em São Caetano do Sul, em nossa escola Senai, existe um demonstrador da Indústria 4.0, voltado à manufatura. Já em Sertãozinho, o Senai-SP está transformando a planta de etanol em uma planta 4.0 de processo contínuo”, explica o diretor.

Além da formação profissionalizante, o Senai-SP tem diversos programas de assessoria às empresas, que levam em consideração as necessidades de cada uma e de cada segmento industrial. “A grande empresa está mais propensa a investir do que as pequenas, então, as estratégias para cada uma devem ser pensadas de maneira personalizada. Além do Senai-SP, a Fiesp tem trabalhado para aproximar fornecedores de possíveis compradores de novas tecnologias, e estreitando o relacionamento de startups com as indústrias”, conclui.

Durante sua apresentação, Terra ainda destacou a educação básica oferecida pelo Sesi-SP, baseada em Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, o que contribui sobremaneira para a formação dos profissionais do futuro. E reiterou a qualidade de ensino profissionalizante oferecida pelo Senai-SP, que sempre avalia seu currículo e as tendências do mercado global.

Foto: Divulgação/Senai-SP
Ricardo Terra na abertura do Lubgrax