• Cursos
  • Escolas
  • Site
  • Aprendizagem Industrial
  • Cursos Livres
  • Cursos Tecnicos
  • Faculdade
  • Pós-Graduação
  • Capital
  • Grande São Paulo
  • Interior

SENAI-SP e Cisco anunciam parceria para impulsionar a digitalização da indústria

A A A

Iniciativa inclui ações voltadas para capacitação profissional, inovação, 5G, cyber segurança e tecnologias habilitadoras para a Indústria 4.0

13/07/2021

A parceria entre SENAI-SP e Cisco, que contribui desde 2017 para evolução da educação profissional aliada à tecnologia e inovação, acaba de avançar mais um passo rumo à digitalização da indústria. O anúncio oficial aconteceu no dia 7 de julho, por meio de um evento online, no qual as instituições apresentaram as  iniciativas para o desenvolvimento, modernização e transformação digital do setor. O foco estará no desenvolvimento de projetos de automação industrial, Indústria 4.0, telecomunicações, 5G e segurança cibernética.

Ricardo Terra, diretor regional do SENAI-SP, afirma que a parceria com a Cisco abre oportunidades para as indústrias de São Paulo e do Brasil trabalharem na vanguarda da inovação, conectividade e cyber segurança. “As ações com a Cisco trazem força, velocidade e segurança para atuarmos em nossa principal missão: desenvolver capital humano e apoiar de maneira inovadora a transformação digital da indústria”, completa. 

Em sua fala inicial no evento, Terra também destacou a importância das pessoas no processo de transformação digital. “O que fazem as organizações serem diferentes são as pessoas que as compõem, e nós encontramos na Cisco, pessoas brilhantes, com competência gigantesca e com muito valor pelo povo brasileiro. Isso nos motiva enquanto cidadãos vinculados ao campo da educação”, pontuou. Em linha com a importância das pessoas no processo de transformação digital, Terra destacou um slogan que Paulo Skaf, presidente do SENAI-SP e Fiesp, trouxe no início de sua gestão: “Crescem as pessoas, cresce o Brasil”.

Tecnologia e inovação: marcas do SENAI-SP

O diretor regional relembrou que, no próximo ano, o SENAI-SP fará 80 anos. Inicialmente conhecida como a “escola da indústria”, na gestão do presidente Skaf, a inovação e a tecnologia passaram a caminhar ao lado da educação. E, assim, trilhando esse caminho de forma mais intensa e estruturada, o SENAI-SP vem acompanhando as tendências e utilizando referências para determinar sua estratégia, como a feira Hannover Messe, na Alemanha - uma das principais feiras de negócios do mundo.  

“Desde 2011, nós começamos a perceber movimentos de incrementos de digitalização e a importância das boas parcerias para essa jornada. A partir dessa nossa visão, decidimos montar o nosso laboratório aberto, o OpenLab, com a proposta de ter parceiros que acrescentem em tecnologia e conhecimento. Além disso, que tenham a visão como a Cisco possui: as pessoas que vão promover essa transformação digital, por isso, precisamos desse esforço institucional para dar oportunidade aos brasileiros”, conclui Terra.  

Indústria 4.0: pessoas e tecnologia 

Em alinhamento com o SENAI-SP, esse também tem sido o lema da Cisco: “como a gente consegue, por meio da tecnologia, transformar digitalmente esse País?”, indaga Ricardo Mucci, country manager da Cisco do Brasil. “Quando olhamos para o contexto de transformação de um país, certamente a indústria faz parte desse contexto, e quando buscamos um parceiro para ser o agente transformador dessa indústria, não existe outra opção senão o SENAI-SP. Focamos em apoiar o SENAI-SP em suas ações pela magnitude que a instituição possui e a forma como impacta não apenas o estado de São Paulo, mas outras regiões também, e fomenta a possibilidade de levar, aos nossos jovens e as pessoas desse País, uma visão de ingresso nesse mundo da tecnologia”, discorreu. 

No que tange as ações que estão sendo feitas para impulsionar a digitalização, Osvaldo Lahoz Maia, gerente de Inovação e Tecnologia do SENAI-SP, falou que o modelo da Jornada de Transformação Digital, no SENAI-SP, não foi um “copia e cola” do modelo europeu, asiático ou norte-americano. Foi preciso trilhar o caminho, encontrar a vocação industrial brasileira e respeitar as peculiaridades da indústria nacional, composta mais de 90% por pequenas e médias empresas. “Há um progresso muito grande na cultura de transformação digital 4.0, mas ainda estamos nos primeiros degraus dessa jornada, que é longa. Já se entende quais as vantagens de um ‘chão de fábrica’ automatizado e a importância do capital humano, que - acima de tudo - é preciso mais que a tecnologia, pois é necessário que existam pessoas que entendam sobre as tecnologias”, contextualiza Lahoz Maia.

Ao lado do Prof. Osvaldo, também estiveram presentes no debate online sobre os avanços da Indústria 4.0: Sérgio Eler, diretor de tecnologia da Nexa, e Severiano Leão Macedo, IoT Sales Specialist Energia e Manufatura da Cisco. A condução do evento ficou por conta do Rodrigo Uchôa, diretor de Negócios para Transformação Digital Cisco, que ressaltou a importância da parceria com o SENAI-SP.

Iniciativas da parceria para digitalização 

OpenLab: o laboratório foi desenvolvido para auxiliar e acelerar a capacitação de profissionais nas metodologias e tecnologias de suporte à Industria 4.0. O OpenLab está se configurando como testbed (plataforma de teste para novas tecnologias) de relevância até internacional, pois foi reconhecido pelo Boston Consult Group, em uma rede global de testbeds

No laboratório aberto, estudantes e empresas podem ver na prática a integração de tecnologias de informação e automação em uma planta industrial real e viva. O OpenLab está localizado em São Caetano do Sul, e a iniciativa também permite o acesso remoto ao laboratório por outras unidades do SENAI-SP ou mesmo da casa de alunos e professores, através do uso de ferramentas de colaboração e acesso remoto com segurança. A implantação das soluções foi realizada em conjunto com a Nexa, parceria de negócios da Cisco e integradora de soluções de TI e automação. 

Estudos de maturidade em Indústria 4.0: são baseados na metodologia desenvolvida pela VDMA (Mechanical Engineering Industry Association) e serão conduzidos em um conjunto de empresas brasileiras, permitindo não apenas identificar o estágio atual da adoção das práticas e tecnologias da Indústria 4.0, mas desenhar um plano de ação para a transformação digital destas companhias. 

Programa de Inovação Aberta em Indústria 4.0: foi criado para fortalecer o ecossistema de inovação e desenvolver o empreendedorismo brasileiro. Lançado em janeiro deste ano, como parte do Cisco Brasil Digital e Inclusivo, o programa selecionou cinco startups com projetos de tecnologias para Indústria 4.0, que atualmente estão em processo de aceleração e mentoria, nas área de otimização do processo produtivo, manutenção prescritiva e redução de riscos. 

Cisco Networking Academy: o programa já beneficiou mais de 3.800 alunos em todo estado desde 2017.  O SENAI-SP tem trabalhado ainda com a Cisco para capacitar profissionais em cyber segurança, sendo um dos parceiros do Programa CiberEducação da Cisco do Brasil.  

Novos projetos, que ainda estão em fase de estruturação mas já contam com a parceria SENAI-SP e Cisco, são: o Centro de Cyber Segurança em Inteligência Artificial, na unidade de São Caetano do Sul, e o Centro de Conexões Digitais, na Vila Mariana, na capital paulista.