• Cursos
  • Escolas
  • Site
  • Aprendizagem Industrial
  • Cursos Livres
  • Cursos Tecnicos
  • Faculdade
  • Pós-Graduação
  • Capital
  • Grande São Paulo
  • Interior

Aplicações do 5G são discutidas em evento Brasil-Finlândia

A A A

SENAI-SP faz parceria com Finlândia para fomento da Indústria 4.0 rumo ao 5G; dentre as ações, webinar trouxe cases de aplicação do 5G em diversos setores dos dois países

12/11/2021

Uma palavra permeou todo o Webinar Brasil-Finlândia sobre Aplicações do 5G que aconteceu nesta quinta, 11 de novembro: jornada. O evento, inédito e transmitido gratuitamente, foi realizado em parceria com a Embaixada da Finlândia e o Business Finland para trazer demonstrações de utilização da tecnologia 5G que serão primordiais para a jornada da indústria 4.0.  Foram quatro painéis, onde especialistas brasileiros e finlandeses apresentaram soluções e cases nas áreas da Saúde, Logística, Agricultura e Manufatura.  


Ricardo Terra (Gerente Regional SENAI-SP) e Ministro Ville SkinnariRicardo Figueiredo Terra (Diretor Regional do SENAI-SP) e Ville Skinnari (Ministro da Cooperação para o Desenvolvimento e do

Comércio Exterior da Finlândia)


O diretor regional, Ricardo Terra, abriu o evento ressaltando o quanto a Finlândia tem sido parceira do SENAI-SP em diversas ações, fomentadas pelo presidente da FIESP e do SENAI-SP, Paulo Skaf, em prol da modernização da indústria. Entre as frentes de ação já em andamento, Terra destacou a participação do SENAI-SP no Fórum Mundial de Economia Circular, o novo foco da instituição em biotecnologia – tanto no ensino de profissionais quanto no atendimento às empresas -, e o 5G, com a implantação de uma bolha aplicada ao chão de fábrica presente na unidade de São Caetano do Sul. “É uma longa jornada, na qual enxergamos a Finlândia como grande parceira, em um momento de cooperação único que é a ponte para o futuro”, ressaltou. 

 

O Ministro da Cooperação para o Desenvolvimento e do Comércio Exterior da Finlândia, Ville Skinnari, reforçou a importância de tal parceria. “A Finlândia quer construir relações de confiança no Brasil para gerar soluções inovadoras em ambos países. Só assim vamos poder contribuir para o crescimento sustentável do mundo e criar novos modelos de negócios”, explicou. Segundo ele, a cooperação com o SENAI-SP é a concretização deste desejo. “Não podemos deixar estas oportunidades para trás. O momento é agora”, completou.

 

Painéis 

 

O gerente de Inovação e Tecnologia do SENAI-SP, Osvaldo Maia, foi o responsável pela moderação dos dois primeiros painéis. O primeiro sobre Manufatura abordou como colocar os avanços do 5G no chão de fábrica, com a exposição de cases da WEG/V2COM, com Frederico Silva, e da NOKIA, com a diretora de Automação Digital, Tuuli Ahava. Silva explicou, principalmente, a diferença de responsividade que o 5G trará a robôs e outras automações, enquanto Ahava mostrou o uso de realidade aumentada e o quanto o 5G já contribui para melhorar a comunicação entre as pessoas que trabalham em uma fábrica.

 

Osvaldo Maia (Gerente de Inovação e Tecnologia SENAI-SP)

Osvaldo Maia (Gerende de Inovação e Tecnologia do SENAI-SP)

 

No segundo painel, sobre Agricultura, o gerente de Soluções de Comunicações Sem Fio do CPQD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações), Gustavo Corrêa Lima, falou sobre as particularidades e desafios do Brasil na transformação digital do campo. E ainda o quanto há de potencial nesta área, visto que o agronegócio é um dos grandes protagonistas da economia brasileira. Já Max Schulman, secretário para Cereais da União Central de Produtores Agrícolas e Proprietários de Florestas (MTK), da Finlândia, mostrou como agricultores estão digitalizando maquinários e sistemas de gestão, conectando trabalhadores à produção do campo. 

 

Com o tema de Logística (ênfase em Portos), o terceiro painel foi moderado pelo coordenador de Tecnologia de Conectividade do SENAI-SP, João Paulo Miranda, que ressaltou que 90% do comércio mundial é transportado via mar e os grandes portos modernizam-se cada vez mais. Vinicius Azevedo, coordenador de Sistemas de Operação e Automação de Terminais, da Santos Brasil, destacou a evolução da automação portuária, como no uso de veículos autônomos que movimentam contêineres e a incorporação de outras tecnologias que tendem a crescer com o uso do 5G – como Big Data, Inteligência Artificial, IoT e Blockchain. Na Finlândia, Mira Jioula, gerente de Desenvolvimento Digital do Porto de Oulu, mostrou como atua o data hub do porto e os modelos 3D que demonstram o funcionamento em tempo real e simulam movimentações e futuros planejamentos de chegadas ou partidas de cargas. 

 

No último painel, sobre Saúde, moderado pelo CTO (Chief Technical Officer) da NOKIA, Wilson Cardoso, mostraram seus cases o Dr. Carlos Pedrotti, gerente médico do Centro de Telemedicina do Hospital Albert Einstein, e Petri Ahokangas, professor de Negócios Digitais do Futuro da Universidade de Oulu. Cardoso demostrou usos do 5G a curto e longo prazo - na logística de atendimentos de emergência, cirurgias à distância, treinamentos de profissionais e miniaturização de dispositivos médicos, como um ultrassom manual portátil. Ahokangas destacou a importância da nova conectividade no suporte e serviços hospitalares, como no transporte de equipamentos e medicamentos por robôs no espaço de um hospital – economizando-se tempo dos profissionais. 

 

Villa Skinnari, Ministro (Finlândia)

Ministro da Cooperação para o Desenvolvimento e do Comércio Exterior da Finlândia, Ville Skinnari

 

Após os painéis, junto à diretora executiva da Business Finland, Laura Yla-Sulkava, que também encerrou o evento diretamente da Finlândia, Terra destacou o quanto a concretude do 5G já é presente, não futuro. “Mais do que um alerta, nos é mais uma motivação, assim como nosso presidente Skaf o faz, para que continuemos avançando nessa jornada que é o 5G”.